quarta-feira, 18 de abril de 2012

Atitude, Autoconsciência e Autenticidade.





"Em 100 anos, os caixas do supermercado, os pedreiros de uma obra, o cara do telemarketing que te liga na hora do jantar, cada professor que você já teve, todo mundo que já acordou ao seu lado, cada político de cada país, cada ator de cada filme, cada pessoa da sua família, cada pessoa que você ama, VOCÊ... estarão mortos em 100 anos.

A vida é tão especial que só temos um pequeno intervalo para experimentar e aproveitar todos os pequenos momentos que fazem a vida tão doce. E o momento é agora. Os momentos estão em contagem regressiva, e os momentos estão, sempre, sempre e sempre passando. Você nunca será tão jovem, quanto é agora.

É por isso que acredito que se você vive sua vida com uma ótima atitude, escolhendo ir para frente e para frente, mesmo quando a vida te der um golpe, viver com um senso de autoconsciência do mundo ao seu redor, abraçando sua criança interior de 3 anos de idade, desfrutando dessas pequenas alegrias que fazem a vida tão doce e sendo autêntico consigo mesmo, sendo você e estando bem com isso, deixando seu coração levá-lo e colocá-lo em experiências que te satisfazem, então eu acho que você viverá uma vida rica e satisfatória. Acho que você viverá uma vida verdadeiramente admirável."

Nail Pasricha - The 3 A's of Awesome.

http://www.ted.com/talks/neil_pasricha_the_3_a_s_of_awesome.html

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Vamos parar de hipocrisia?!




Ah, quer saber?
Todo mundo é preconceituoso.
Todo mundo é egoísta.
Todo mundo é chato.
Todo mundo é exigente.
Todo mundo é tudo aquilo que todos odiamos.

Hora ou outra vamos nos decepcionar com alguém. Hora ou outra, vamos nos decepcionar pelo que somos, pelo que nos tornamos, pelo o que pensamos.

Por que ser humano é ser assim: é ser passível de erros e acertos, é ser parte bom e parte mau. É perecer nessa condição contraditória e mutável.

Agora, o que fazemos com os nossos defeitos, aí sim reside a virtude de cada um.

quinta-feira, 5 de abril de 2012

A cabeça manda no coração.

Assistindo á uma entrevista do cantor Sidney Magal na Marília Gabriela, percebi uma forma diferente de encarar o amor.

Ao ser perguntado por ela(Marília), se amava sua mulher, Magal disse que é apaixonado e sempre vai ser porque a cabeça manda no coração. Ela, surpresa, diz que isso é coisa de homem, essa questão de racionalizar o sentimento.

Ele, interessantemente respondeu:
" Não acho. Eu enfiei na minha cabeça que ia amar essa mulher e tenho que manter esse amor pelo tempo que for. Porque lógico que a relação, com o tempo, desgasta um pouco, a paixão esfria, aparecem brigas, perrengues e discussões, o sexo desgasta, a juventude desgasta. Tudo isso vai acontecendo normalmente. Mas se dentro da sua cabeça você mantiver o encanto e aquela admiração por aquela pessoa que você conquistou pra você, você mantém essa pessoa eternamente. Eu penso que o coração obedece aquilo que a sua cabeça manda. Então, se eu mantenho na minha cabeça que eu sou apaixonado eternamente pela Magali ( esposa), eu sou apaixonado eternamente pela Magali."

Não tinha pensado nisso. Achei interessante.

Engraçado como você ouve certas coisas de pessoas que você nunca imaginou que falariam né? Nossa eterna mania de rótulos. Entrevista muito legal, vale à pena ver.

http://www.youtube.com/watch?v=iPnpLreTQcQ