quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

viva la vita




A arte de renascer das cinzas diárias das quais nós mesmos somos feitos.
A arte de aprender a conviver com situações novas da melhor forma possível.
A arte de se livrar do que é inutilmente velho para abrir espaço para o novo bem melhor.
A arte de saber distinguir o que é inútil do que é útil em sua própria vida.
A arte de viver plenamente a maior parte do tempo que conseguir.
A arte de viver, muito antes de apenas " sobreviver" .

Todos nós temos um quê de artista... ou quem sabe, possamos ter o alfabeto inteiro.

Um comentário:

Sandro Ataliba disse...

Acho que hoje em dia tem é muito analfabeto nesse mundo. rs
Beijo, irmã!