quinta-feira, 28 de abril de 2011

Eu sou volátil.




Eu sou assim.
Gosto de mudar de estilo musical,
Gosto de mudar de estilo de roupa,
Gosto de trocar pertences com os outros.

Como se eu gostasse de experimentar ser um pouco de cada nessa vida.
É que eu gosto de provar novos saberes, novos pontos de vista, novas formas de agir.

O perigo é se perder no meio de tanta gente, dentro de mim mesma. Mas o que não seria a vida senão se perder e se achar dentro da gente?
Qual o pecado em não se ter a mesma cara todos os dias, os mesmos gostos, as mesmas vontades?
Isso não é mudança de caráter, não tem nada a ver com isso.
Isso não é ser falsa.
Isso é ter coragem pra ser eu mesma quantas vezes eu quiser.

Pronto!

2 comentários:

Sandro Ataliba disse...

Contanto que você não mude de família. rs
"Isso é ter coragem pra ser eu mesma quantas vezes eu quiser."
Lindo demais.
Beijo

Thaís Alves disse...

Ser mulher é ser muitas em uma só. É assumir papéis, responsabilidades, fases, pudores, despudores, amores... é assumir até mesmo mudar de caráter ou alterar traços da personalidade quando for preciso. Quem veio ao mundo para ser imutável não experimenta a vida, a plenitude, a liberdade. Troque de roupa, de carro, de emprego, de namorado quando quiser (não que seja o caso). Troque de endereço, de ideias, troque alguns amigos. Troque os móveis de lugar. Troque os hábitos velhos por novos desde que te façam mais felizes. Troque de time se for conveniente. O que realmente importa, quem realmente importa, estará com você em todas as trocas, todos os dias, às vezes mais perto, às vezes mais longe, mas sempre aqui(ups) ou aí, dentro de você. Te amo!

P.S: trocou de estilo de finalizar o texto né...rs Sinto neste "Pronto" uma invejinha do "É isso"...huahauhaa Lançando tendências... rsrsrss (brincando)