quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Do que aconteceu e foi. Do que virá...




Então,

Direto ao ponto?

2010 foi um ano bem peculiar. Começou até bem, com uma virada super divertida com a galera reunida, bebedeira, bla bla bla. E eu que nem sabia do que estava por vir.
Foi um ano de muitas mudanças. Mudei de casa pra um apartamento. Mudei de bairro, de vizinhos, de referência, de ônibus. Mas, mais do que isso, mudei muitas de minhas concepções. Índole, caráter, essas coisas a gente não muda. A gente nasce com algumas coisas que, por mais que tentemos disfarçar, sempre dão um jeito de sobressair de um jeito ou de outro.

ok. Mudei por dentro. Tomei coragem, tomei decisões, tomei rumos diferentes, coisas que eu nunca imaginei que conseguiria fazer. Novas necessidades foram criadas, outras foram substituídas, outras deletadas mesmo. Me coloquei em primeiro lugar pela primeira vez na vida e gostei disso.

E quando eu achei que já conhecia todo mundo que tinha pra conhecer, pessoas especiais aparecem no meu caminho, fazendo toda a diferença no meu dia-a-dia. Pessoas como Aline e Mel, que me ensinaram pequenas coisas que me tornaram maior. Novos Familiares também apareceram... meu irmão se casou com a minha irmã! hahaha! (piadinha interna)

Pessoas antigas (amigos e amigas queridas! Familiares e irmãos amados!) não menos importantes me deram mais motivos para mantê-las sempre perto. Pessoas que às vezes nem são tão próximas assim, mas são agradáveis e me fazem lembrar de momentos com saudade. Coisa boa sabe?

Mudei de estágio, e isso me doeu demais. Foi de repente, talvez por isso tenha atingido tanto. Deixei pessoas que gostava muito, momentos hilários, saídas divertidas... mas a vida é assim mesmo. "Um dia a gente chega, no outro vai embora" (Almir Satter) ... a arte do desapego. Mas sei que conservarei algumas pessoas, mesmo que seja um "oi" pelo Facebook de quando em vez.

A gente não sabe de nada mesmo.
Porque aí eu " conheci um guri que eu já conhecia" ( Engenheiros do Hawai) e foi...
Intenso.
Foi quando... *suspir0*
Ele...
Sei lá...
Quando eu percebi entrava na casa do meu amigo já há muito frequentada por mim, como amiga, de uma forma diferente. Quando a Mãe do meu amigo, virou minha sogra, e o irmão cunhado.
Tranquilidade, Felicidade, Simplicidade, Carinho, Risadas, Atenção, Ô surpresa boa!

Ou seja:
saldo de 2010: amigos mais queridos do que já eram, amigos novos, amor lindo, casa nova, estágio novo, muito, muito mas MUITO aprendizado interno. A gente tem que se entender pra entender o mundo.

Ano de muitas saídas, algumas experiências, momentos marcantes e muitas coisas novas.

Sobre a parte ruim? Nem foi tanto assim e nem faço questão de lembrar. Acho que a pior parte foi a dengue e como já sarei, já esqueci.

É isso. Como já sarei, já esqueci.
Por isso não me lembro de nada que não tenha sido bom.

Pra 2011?
Que permaneça o que for bom! Que a vida continue com a sua mágica de surpreender!

Feliz Ano NOVO! YES!

3 comentários:

Sandro Ataliba disse...

E quem disse que todos os irmãos não poderiam estar BEM e FELIZES ao mesmo tempo!? Maldição quebrada! :D
Que 2011 mantenha o gráfico subindo para as coisas boas e descendo para as ruins.
Beijão!

Thaís Alves disse...

Juro que lá no começo do texto eu estava esperando mais um "mudei de..." hahahaahha. Ia ser engraçado no ritmo da frase. Mas você mudou sim, irmã. Mudou muita coisa, desabrochou, cresceu, se arriscou, fez escolhas. E foi lindo fazer parte deste ano da sua vida (quase todo). E é lindo ser a sua irmã que casou com o seu irmão...rs Amo vc demais pelucinha, e só posso desejar que seu 2011 seja ainda melhor, sem nenhuma dengue, com mais novidades boas e alicerçando ainda mais tudo de bom que vc já tem.

Aline disse...

AAAAAAh que lindo amiga! adorei as palavras, assim como todas as outras que vc escreve..amei fazer parte dessa retrospectiva!que estejamos juntas em 2011.amu vc!