quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Então...




E daí se a minha profissão não é tão valorizada quanto a de um engenheiro por exemplo? ( nada pessoal). Quero e vou ser professora sim! E com muito orgulho. Quero poder dividir o conhecimento que adquiri em tantos anos de estudo, quero aprender com o conhecimento prévio de jovens que serão o futuro. Quero corrigir provas, quero planejar aulas e quero me divertir muito em sala de aula, porque não?! Trabalho pode sim ser diversão.
Escolas sucateadas, Ministério da Educação pouco ligando, alunos rebeldes? Sim. Toda profissão tem seus problemas, se esses forem os meus, lutarei para poder mudar a minha parte da situação. O mundo começa a mudar apartir da nossa mudança.

Tenho minhas crenças, minhas concepções, meu modo de vida, minhas filosofias. Não deixarei de fazer nada por causa dos olhares tortos que posso receber por aí ou pelas palavras duras que sairão de bocas que por mim, sinceramente, não teriam dente algum.

Eu sou dona de mim e da minha história.
Sou eternamente responsável por tudo que adquirir, desde coisas materiais até estilo de vida que só perceberei que tive quando estiver sentada na cadeira de balanço rodeada de netos.
Prefiro colecionar boas lembranças do que doenças e uma bela conta na farmácia.
Por isso não me julgue se resolver largar tudo e andar por aí. Só tento me achar, me perdendo cada vez mais na imensidão desse mundão de Deus.

A vida e minha, o "pobrema" é meu.
Rá.

"Eu que não me sento

No trono de um apartamento

Com a boca escancarada cheia de dentes

Esperando a morte chegar..." Raul Seixas - Ouro de Tolo.

3 comentários:

Sandro Ataliba disse...

Sim, esse é o espírito!
Tirando tudo o que há de ruim, há muita coisa boa. Eu não troco esse ofício por nada.
Não vejo a hora de poder dizer, oficialmente: seja bem-vinda!

P.S.: A foto do cachorro com cara de Raul Seixas e a música citada no fim do post foram intencionais, né!? rs

Quel disse...

Nossa, mas essas aulas na FAE mexem mesmo com voces! rs!
(vc e a Ana falando sobre os ossos do ofício).
Mas sabe uma coisa que pouco falam sobre dar aula? é que numa sala nao é so voce que énsina. Hoje em dia a gente aprende tanto com 'as crianças'. Basta estar aberto.
Sala de aula pode ser aquela coisa dura , engessada que a gente conhece bem, mas tb pode ser bem dinamica...o professor que monta isso, em grande parte!
Bom ver gente animada pra dar aula! Vamos que vamos!

Bjos!

Thaís Alves disse...

E daí, mesmo! Aqui está a sua louca cunhada que renegou o que está no sangue (mãe e mais metade da família professores) para daqui a 3 anos estar no mesmo barco (amém). Faça aquilo que ama! O resto é só o resto. Beijos, irmã!