sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Mas a vida...essa sim é uma caixinha de surpresas...

Eis que num dia, tudo o que é, não é mais.
E então você se levanta e percebe que seus sapatos não são mais os mesmos.
Que suas roupas cabem em uma só mala e que tudo o que você precisa está dentro de você e não no seu desnecessariamente gigante armário.
Vai chegar um dia que aquele que pelo qual você tinha carinho, vai te surpreender de tal forma a te deixar de queixo caído e você há de perceber que esse carinho é melhor do que você poderia imaginar que ele ia ser um dia.
Acontece também de você mudar de ares, de bairro, de vizinhos e descobrir que as pessoas mais importantes estarão perto de você o tempo todo, mesmo que fisicamente não estejam. As conquistas cativadas não se esvaem no horizonte.
Você perceberá a sutil ajuda despretenciosa, virar uma amizade pra uma vida inteira.
Que quando você pensa em uma pessoa com afeto desmedido, ela também pensa em você instantâneamente.
Que o universo te dá o que você dá a ele. É melhor repensar isso.
Que no seu cair sempre pisarão pés inimagináveis, contudo no seu levantar mãos surpreendentes também se estenderão.
Você acordará e verá que sempre algo novo esperará por você. Cabe a você agora, esperar pelo inesperado também.

Tente.

3 comentários:

Lau, lua luará a lauralá disse...

Ler você sempre me faz bem.
beijo no coração!

Thaís Alves disse...

Lindo texto, irmã, daqueles que me fazem ter mais orgulho de você e que reforçam ainda mais a minha certeza absoluta, de que você foi feita pra minha vida :) Te amo! Por tudo que você significa pra quem eu amo e por tudo que você significa pra mim. Te amo por tudo que você pensa e é. Bjs

Sandro Ataliba disse...

Exagerou nesse, heim... ainda bem que seu talento e inspiração são perpétuos, e não se acabam em um só post.
Puro orgulho!