terça-feira, 8 de junho de 2010

Pedaços de mim.




"Eu sou feita de sonhos interrompidos, detalhes despercebidos, amores mal resolvidos.
Sou feita de choros sem ter razão, pessoas no coração, atos por impulsão.
Sinto falta de lugares que não conheci, experiências que não vivi, momentos que já esqueci.
Eu sou amor e carinho constante, distraída até o bastante, não paro por instante.
Já tive noites mal dormidas, perdi pessoas muito queridas, cumpri coisas não-prometidas.
Muitas vezes eu desisti sem mesmo tentar, pensei em fugir para não enfrentar, sorri para não chorar.
Eu sinto pelas coisas que não mudei, amizades que não cultivei, aqueles que eu julguei, coisas que eu falei.
Tenho saudade de pessoas que fui conhecendo, lembranças que fui esquecendo, amigos que acabei perdendo...Mas continuo vivendo e aprendendo." (Marta Medeiros)

O importante é aprender com os erros e cultivar os acertos.
É mudar quando preciso for,
Não viver só pelo amor,
Nem se importar muito com a dor.

No final, estamos todos na mesma situação,
de evoluir ou não,
deve-se mesmo arriscar, sem pestanejar...
ah como quero sair daqui pra viajar!

=)

2 comentários:

Sandro Ataliba disse...

Vem para cá!
Gostei de como você aproveitou o embalo do primeiro texto para se colocar no post. rs
Beijo

Thaís Alves disse...

Está chegando a horaaaaa rsrsrs Lindo poema da Marta Medeiros. E também a sua continuação! E resumindo, é o q eu sempre digo... a vida é pra isso... se joga! rs Beijos, irmã!