segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

E hoje: O desprazer de uma vida normal

http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL1500206-5598,00-GREVE+DE+ONIBUS+PREJUDICA+UM+MILHAO+NA+REGIAO+METROPOLITANA+DE+BELO+HORIZON.html

Agora vamos lá. Ok, todos têm direito de reivindicarem seus direitos e melhorias. Mas prejudicar 1 milhão de pessoas em prol de uma minoria não é legal. O que nós, pessoas que precisamos dos ônibus temos a ver com isso? É justo criar essa imensa confusão na cidade a troco de, diga-se de passagem, um aumento inalcançável de 37%???

Só podem estar de brincadeira. Enquanto isso, engarrafamentos intermináveis, filas monstruosas nos pontos, ônibus depredados, pessoas faltando de serviço e sendo prejudicadas. Será que esses malditos grevistas não pensaram que vão descontar na folha do trabalhador belorizontino todos os dias de ausência deles no trabalho? Claro que não, porque cada um só pensa em si.

"Ah, coitados, então como é então que você quer que eles lutem pelos direitos deles?" Eu não sei e não tenho nada a ver com isso. Poderiam ter escolhido outra profissão ou sei lá o que. O que eu sei é que é totalmente contraditório fazer uma greve desse tipo para conseguir melhorias para eles próprios sem pensar que muito mais da metade da população da cidade depende do trabalho deles para ganhar o próprio dinheiro. O ser humano é muito inútil, só pensa em si próprio, nas suas vantagens, no seu mundinho, se esquece que faz parte de um todo e que qualquer alteração estraga o equilibrio. Nessas horas que me dá vontade de ser radical e sair demitindo todo mundo, porque o que não falta é gente pra ficar no lugar desses motoristas. Infelizmente a coisa só anda quando se toma atitudes mais drásticas.

Ai que raiva, menina!


Prontofalei.

Nenhum comentário: