quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Vontade não se discute.


Depois que eu ouvi essa frase em uma aula do semestre retrasado de história contemporânea (não me peça pra explicar o contexto porque eu não me lembro) isso não sai da minha cabeça e acabo concordando que é uma p* verdade.

Pode ser errado, pode ser inconcretizável (?), pode ser impossível. Mas a sua vontade de fazer, ser e ter não se discute. Quando se tem a vontade, se tem e pronto. Mesmo que você se envergonhe ou esconda essa vontade bem la no fundo do seu ser, ela ainda continua lá, te assombrando de tempos em tempos.

Porém, não quer dizer que temos que realizar todas as nossas vontades a qualquer custo. Infelizmente, a vida é feita de escolhas e, pra cada uma delas, há uma renúncia. Não se pode ter tudo. E todas as decisões implicam lados bons e ruins.

Há de se ter serenidade para distinguir o possível do impossível. Para saber renunciar o que não te fará tanta falta assim ou até mesmo o que poderá ser reversível. Paciência. Sabedoria. Atitude. Calma.

"Viver é muito perigoso." - Grande Sertão Veredas.

3 comentários:

Quel disse...

Salve Arnault. Sábia palavras.
Mas eu acho que existem escalas de vontades. Ai, as vezes, uma vontade suplanta outra. Entao, quando temos vontade de algo que nao é muito bom ou muito certo, temos que nos esforçar por nos interessarmos em outras coisas.
Escolher outro interesse.
No fim, toda escolha é sim uma renuncia. Mas nem sempre isso é assim tão trágico. Na maoria das vezes a gente escolhe sem sentir que o fez, sem ao menos considerar outras opçoes.
Voce sempre poe imagens bonitas!

Bjo!

Mila P.R.F. disse...

Estou amando seu blog, Rezinha XD
Lindo textos, moça!
bjks

Mila P.R.F. disse...

Obrigada pelo comentário, Rezinha!