segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

será que todo dia vai ser sempre assim?


Parei de pensar e comecei a sentir...ao menos nas férias da faculdade, que é quando nos sentimos mais livres para fazer as coisas com mais calma e não esquentamos tanto a cabeça, parei de medir demais, de pensar demais. Já reparou como os melhores programas com amigos, as melhores saídas, as melhores viagens são naqueles momentos que não pensamos muito, não planejamos muito e simplesmente fazemos?
Não acredito muito em signos, porém tem umas coisas que batem muito, não tem como negar. Sou virginiana, signo bendito. (pra não dizer o contrário)
Signo de pessoas que sofrem com elas mesmas por serem muito metódicas, muito perfeccionistas, muito detalhistas, que pensam muito antes de tomar uma decisão...que preguiça! Não, mentira...
Têm vezes que tudo isso pode parecer vantagem, qualidade mesmo. Mas pra quem é assim, quem convive com o fato de "ter que ser perfeito em tudo", não é muito agradável. Tenho o costume de viver medindo a minha vida, viver checando se tudo está bom, está certo. Uma mania de ficar verificando tudo, ficar fazendo revisões que no fundo só servem para detectar defeitos e coisas que não podem ser mudadas, só servem pra fazer sofrer atoa.
Sempre acreditei que pensar demais não é bom. Às vezes ser ignorante com certas coisas é melhor do que saber de tudo. " Ignorância é força." ( livro 1984 - George Orwell)
Por isso que agora que não tenho que pensar obrigatoriamente, vou parar um pouco de pensar. Vou acordar a cada manhã, fazer o que eu tenho que fazer ( porque ainda não consegui me libertar das minhas obrigações) e simplesmente viver. Achar tudo lindo, admirar as obras divinas, sorrir calmamente e parar de ser um fruto do sistema que quer me preocupar cada vez mais, quer sugar minha vida humana cada vez mais...
vamos aproveitar mais o dia?!

Um comentário:

Sandro Ataliba disse...

Meu mantra para 2010 é exatamente esse. :)